Musical movimenta hoje o Teatro do Sesi

O espetáculo ‘Evangelho dos Mitos’ acontece nesta quarta-feira (28) e ganha aplausos do público macaense

Um noite de poesias e belas canções acontece hoje, já atraindo as atenções do público. Trata-se do musical ‘Evangelho dos Mitos’, que está em cartaz no Teatro do Sesi Macaé, nesta quarta-feira (28). O espetáculo acontece a partir das 20h, e o ingresso custa o valor de apenas R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia); A classificação etária é de 16 anos.

O musical ‘Evangelho dos Mitos’ apresenta 12 canções, cujos poemas são de autoria do grande escritor e poeta Wander Lourenço, e as melodias e canto do músico, compositor e cantor Valber Meireles. A duração do show é de aproximadamente 80 minutos, intercalando canto e comentários sobre os poemas e suas construções musicais.
O artista Valber Meireles conta com a participação de uma Banda que o acompanha desde 2009, e já se apresentou em vários shows e teatros do Estado do Rio de Janeiro.
Os interessados devem adquirir os ingressos na Bilheteria do Teatro do Sesi Macaé – Alameda Etelvino Gomes, 155, Riviera Fluminense. Outras informações pelo telefone (22) 2791-9214.
Serviço:

Espetáculo ‘Evangelho dos Mitos’

Data: 28 de junho
Local: Teatro do Sesi Macaé – Alameda Etelvino Gomes, 155 (Bairro Riviera Fluminense).
Horário: às 20h
Gênero: Musical
A montagem 
A obra musical ‘Evangelho dos Mitos’, de Valber Meireles, sobre Poesia de Wander Lourenço, teve início num encontro de lançamento do livro “As aventuras da Bruxinha Lelé” (2015), de Lourenço, quando se conheceram. A partir daí, firmou-se a parceria e várias canções brotaram da poesia de Lourenço. São viagens pelo imaginário, pelo ideário popular; são motes e desafios; são amores e ilusões e desilusões (próprios da essência humana); é a tradição medieval das cantorias e cantigas; é a concepção mitológica da vida provinda do barro, da argila numa reinvenção humana, num diálogo com a mitologia bíblica. “Eis o evangelho dos mitos que se assemelha ao homem, no ritual da argila, por mãos divinas em invenção da vida. Somos nós reinventando os sons e melodias para enternecer os ouvintes. É a poesia se conjugando à melodia para o bem de todos nós”, disseram eles.
Fonte: O Debate

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *